Tonet Materiais de Construção

What's App (47) 9-88550425
Rio do Sul (47) 3531-7400
Rio do Oeste (47) 3543-0238

Dicas de Construção

Em obras de pequeno porte, principalmente residências onde não existe a presença de um engenheiro, costuma-se exagerar na quantidade de água de amassamento, ou seja, a água usada no preparo do concreto e que lhe confere plasticidade. O uso indiscriminado desse componente do concreto pode provocar reduções significativas na sua resistência e impermeabilidade. De nada adiante um projeto estrutural bem elaborado se o concreto não obtiver a resistência prevista.

A água é um elemento indispensável ao concreto visto que o cimento, quando hidratado, provoca uma reação exotérmica (emite calor) que resulta no seu endurecimento. Entretanto quando existe na massa do concreto mais água do que o cimento necessita para endurecer, este excesso não é absorvido na reação e “sobra” água no concreto, na forma de bolhas minúsculas. Essas bolhas vão acabar se transformando em vazios e canalículos, depois da perda da água por evaporação, que são os responsáveis pela redução de resistência e impermeabilidade do concreto.

Por isso é preciso cuidado com a água no concreto, devendo ser respeitada a quantidade estabelecida no projeto para o traço que se deseja utilizar e conseqüentemente para a resistência que se deseja obter.

Caso você não seja um engenheiro ou um técnico conhecedor do assunto, não altere a quantidade sem consultar um profissional.

Fonte: Eng. Luiz Carlos Thiers Silva

Área Local

Copyright © 2020